Joana Dias, Rust&May | #BehindTheBrand Interview

October 5, 2018
, 0 Comments

Rust & May came to life while its founder, Joana Dias, was doing one of the things I love the most: travelling! In today’s #behindthebrand let me introduce you Rust & May’s founder.

Rust_&_May-Interview_Entrevista-BehindtheBrand

 

 

If you are an Instagram addict I’m almost sure that you have seen Rust & May’s T-shirts and sweaters with embroidered words and sentences. What you can’t feel in the pictures is the incredible quality the cotton is made of.

 

To know more about the products and the brand you need to visit their website but to get to know Joana better, keep reading.

 

———

A Rust&May surgiu enquanto a sua fundadora, Joana Dias, fazia uma das coisas que mais gosto: viajar! Na #behindthebrand de hoje apresento-vos a entrevista com a fundadora da Rust&May.

 

Se seguem influenciadores portugueses no Instagram, de certeza que já viram as T-shirts e camisola da Rust&May. Aliás, o ano passado a marca alcançou uma cobertura mediática incrível ao aparecer em todos os jornais e televisões portugueses a 1 de Janeiro de 2018. Aconteceu que o pai da bebé do ano usou uma T-shirt da marca na foto que marcou o nascimento da Benedita na comunicação social.

 

Para saberem mais sobre os produtos e marca basta irem ao site da mesma, mas para conhecerem melhor a Joana, continuem a ler.

 

 

Rust&May-_Entrevista-Interview-BehindtheBrand

 

 

What were the frustrations that led you to create “Rust & May” back in 2016? Unfortunately, the typical Portuguese cliché: the devaluation of work and long working hours without any compensation, be it monetary or personal.

 

A trip to Bali led to the launch of your brand, do you still have time to travel now that you have a brand to manage? I’ve zero time to travel, at this point of the brand. But I believe that with the evolution of the brand and consequent stability, I’ll be able to do it again. Mainly because it’s the thing that gives me the most pleasure. 🙂

 

Leaving a fixed job behind, how do you now organize your day-to-day? This question is super interesting. It was the hardest thing to achieve as self-management is complicated and you can’t get lost in thousands of things. After one year, I can say that I can manage my time well.

 

———

 

1.Quais foram as frustrações que te levaram a criar a “Rust & May” em 2016? Infelizmente o tipico clichè das empresas nacionais; a desvalorização do trabalho e abuso de horas de trabalho sem qualquer compensação, seja ela monetária ou pessoal.

 

Uma viagem a Bali levou ao lançamento da tua marca, ainda continuas com tempo para viajar agora que tens uma marca para gerir?  Zero tempo para viajar, neste momento da marca. Mas acredito que com a evolução da marca e consequente estabilidade, volte a poder faze-lo. Ainda por cima é das coisas que mais prazer me dá. 🙂

 

Deixando um trabalho fixo para trás, como é que agora organizas o teu dia-a-dia? Este pergunta é super interessante. Foi das questões mais difíceis de alcançar, é complicada a auto-gestão e não te perderes em mil e uma coisas. Posso agora dizer que consigo gerir bem o tempo, após um ano de aprendizagem.

 

 

Joana Dias Rust & May #BehindTheBrand

 

 

How did you start picking decoration items and end up with clothing design? From the beginning I had the idea, to have a brand divided into two categories: Rust would be decorative pieces for home, imported from Bali, and May clothes totally made in Portugal. With the natural evolution of the brand, May eventually stood out and I decided to focus only on clothing. I think it’s normal, with the time you’re tuning the interests of the public.

 

What are the main differences between the Portuguese consumer and the rest of the world? The main difference between Portuguese and the rest of the world is undoubtedly the economic power. While the Portuguese consumer is more cautious at the time of purchase, waiting for promotions, the rest of the world doesn’t have so much precaution, being rare only buying one piece.

 

How does your training in accessories transpose into women’s clothing? I think it was easy here, as I worked in textile companies, with the exception of Parfois, I had access to the whole production process. Being creative, the design method is the same, for accessories and for textile. Perhaps the greatest difficulty lies in the choice of materials.

 

How important is Instagram in the search for inspiration? Instagram is at this time a major source of inspiration, I discover lots of interesting brands as well as instagrammers. I use it daily and several times during the day, it is a fundamental tool.

 

———

 

Como é que partiste da escolha de artigos de decoração para a criação de roupa? Desde inicio que tinha essa ideia, ter uma marca dividida em duas categorias; Rust seria peças decorativas para casa, importadas de Bali e May peças de vestuário totalmente Made in Portugal. Com o evoluir natural da marca, May acabou por se destacar e daí a decisão de manter apenas vestuário. Penso que é normal, com o tempo vamos afinando os interesses do público.

 

O que mais te surpreendeu no público internacional? Quais as principais diferenças entre o consumidor português e o resto do mundo? A principal diferença entre o publico português e o resto do Mundo é, sem duvida, o poder económico. Enquanto que o publico português é mais cauteloso na hora da compra, aguardando promoções, o restante publico não tem tanta precaução, compra em mais quantidade, é raro comprar apenas uma peça.

 

Como é que a tua formação em acessórios se transpõem para o vestuário feminino? Penso que aqui foi fácil, como trabalhei em empresas de textil, à excepção da Parfois, tinha acesso a todo o processo. Sendo criativa, o método de desenho é o mesmo, para acessórios e para textil. Talvez a maior dificuldade esteja na escolha dos materiais.

 

Qual a importância do Instagram na busca de inspiração?   O Instagram é neste momento uma das maiores fontes de inspiração, descubro imensas marcas interessantes assim como instagrammers. Utilizo diariamente e várias vezes durante o dia, é uma ferramenta fundamental.

 

 

Rust&May-Joana-Dias-Entrevista-Interview-BehindtheBrand

 

 

For you, what was the biggest challenge and greatest achievement in Rust & May’s history? Feeling the recognition of the public and to be answering interviews like this 😉 It is a feeling of enormous gratification! The challenge: do not let the public down!

 

How was it for you to see the Rust & May t-shirt in all the media associated with the baby of the year? Once again, a huge pride, I feel extremely grateful! 🙂

 

What would Joana Dias today say to Joana 3 years ago?
Go ahead and believe in yourself!

 

———

 

Para ti, qual foi o maior desafio e a maior conquista durante a história da Rust&May? Sentir o reconhecimento do publico e estar a responder a entrevistas como esta 😉 É uma sensação de gratificação enorme! O desafio: não vos desiludir!

 

Como foi para ti ver a t-shirt da Rust&May em todas os meios informativos associada ao bebé do ano? Uma vez mais, um orgulho enorme, só me apetece agradecer! 🙂

 

O que é que a Joana Dias de hoje diria à Joana de há 3 anos atrás? Vai em frente e acredita em ti!

 

 

Rust & May #BehindTheBrand Joana Dias

 

 

RAPID-FIRE

– First thing you do when you wake up: to have breakfast, without food, I’m not a person!
– Favorite day of the week: Now, ALL!
– Last fashion purchase: huumm in this field is bad, but I’m keeping an eye on Celine’s Plimsole sneakers, one day who knows!
– Style icon: Jane Birkin
– Best advice you’ve received: Take a risk!
– Your motto: Make it happen!

 

———

 

– Primeira coisa que fazes quando acordas: tomar pequeno-almoço, sem alimento não sou gente!
– Dia da semana favorito: Agora, TODOS!
– Última compra relacionada com moda: huumm neste campo está mau, mas ando de olho nas sapatilhas Plimsole da Celine, um dia quem sabe!
– Ícone de estilo:Jane Birkin
– Melhor conselho recebido: Arrisca!
– O teu mote: Fazer acontecer!

 

 

Website: https://www.rustandmay.com 

Instagram: https://www.instagram.com/rustandmay

All Pictures from Todas as imagens são: Rust&May

 

Rust & May #BehindTheBrand

 

Tags:

Interviews
By Marisa Oliveira

You may also like...

Leave a Reply