We are all Warriors

February 4, 2019
, 0 Comments

Yesterday I went to support my husband on his third Winter Run to support Cancer Research. While watching the race, I felt so emotional thinking about how strong we have to be when dealing with cancer.

 

 

We are all cancer warriors. I hate when I hear people saying “he lost his battle to cancer”. No! They were (and always will be) warriors who fight whoever doesn’t deserve to be remembered as losers. They were strong, they gave their best to fight the biggest disease of the century.

 

Not only is the cancer carrier the warrior but also everyone around that person. From medical staff to family and friends who are worried and scared but at the same time, they are present to hold their hands during treatments. Unfortunately, these days this sickness is so common that I don’t believe there is any family without a cancer survivor or that it hadn’t had a loss because of it.

 

My dad had prostate cancer, got treatments and after three years he was clean. A few years later he found out that because of his cancer treatments he couldn’t get the transplant he needed and died. Before that, my mum had a uterus tumor and got surgery to remove it – she has been doing prevention till these days. Another family member passed away, other is fighting her own battle and a friend is a thyroid cancer survivor. Everyone’s journey is different.

 

When my dad was going to treatment, he would tell me about children and their families being in the room next to him making him feel blessed not having to go through that with me or my brother. I remember him telling me that he didn’t have any reason to ask “Why me, God? – when h was seeing children with all their life in front of them battling cancer. They are warriors and so are their parents and the medical staff taking care of them.

 

Today I want to share my positive energy with you. I want to let you know that you aren’t alone and only with love and support the easier it is to find your journey.

 

If you have someone close to you fighting this disease, try to make a few changes in your behaviour. Try to replace “you look tired” with “let’s watch a movie together” and “Have you been eating?” with “I brought you a cake for us to share”. Or simply tell them to rest while you wash their dishes.

 

To everyone out there you are true warriors! Your strength and courage are bigger than you can imagine. Enjoy life. Do what makes you happy and create memories with the ones you love and care about you. For every fear and pain, there is love and hope.

 

———

 

Ontem fui apoiar o meu marido na sua terceira corrida de inverno para apoiar a Luta contra o Cancro no Reino Unido. Enquanto assistia a corrida, comecei a sentir-me emocionada ao pensar o quão forte temos de ser ao lidar com o Cancro.

 

Somos todos guerreiros. Detesto quando ouço as pessoas dizerem “ele perdeu a batalha contra o cancro”. Não! Eles eram (e sempre serão) guerreiros que lutam contra quem não merecem ser lembrados como perdedores. São fortes e deram o melhor de si para combater a maior doença do século.

 

Não é só o portador do cancro o guerreiro, mas todos ao seu redor. Desde a equipe médica até aos familiares e amigos que estão preocupados e assustados, mas ao mesmo tempo, sempre lá para lhes segurar a mão durante os tratamentos. Infelizmente, atualmente, o cancro é tão comum que eu não acredito que exista uma família sem um sobrevivente ou que nunca tenham pedido ninguém devido a essa doença.

 

 

O meu pai teve cancro da próstata, recebeu tratamento e depois de três anos estava limpo. Alguns anos depois, ele descobriu que, por causa da quimioterapia, ele não podia realizar um transplante que precisava e morreu. Antes disso, a minha mãe teve um tumor no útero e fez uma cirurgia para removê-lo – faz prevenção até hoje. Outro membro da família faleceu, outro está a lutar a sua batalha e uma amiga sobreviveu a um cancro da tireóide. Toda a gente tem uma jornada diferente.

 

Quando ia para os tratamentos, o meu pai passava pela ala das crianças e dizia-nos que se sentia abençoado por não ter passado por isso comigo ou com o meu irmão. Lembro-me bem de ele dizer que não tinha motivos para perguntar “Deus, porquê eu?” quando via crianças com toda a sua vida pela frente a a lutarem. Eles são guerreiros e os pais e a equipa médica também.
Hoje quero partilhar energia positiva com vocês. Quero que saibam que não estão sozinhos e que a jornada só vai ficar mais fácil com amor e apoio.
Se têm alguém próximo a lutar contra essa doença, tentem fazer algumas mudanças no vosso comportamento. Tente substituir “estás com um ar cansado” por “vamos assistir a um filme juntos” e “Andas a comer bem?” com “Fiz um bolo para comermos”. Ou simplesmente digam-lhes para descansarem enquanto lhes lavam a louça.

 

Para todos vocês a lutar com esta doença, vocês são uns verdadeiros guerreiros! A vossa força e coragem são maiores do que imaginam. Aproveitem a vida. Façam o que vos faz feliz e criem memórias com aqueles que mais amam e importam para vocês. Para cada medo e dor, há amor e esperança.

 

 

Tags:

Life

Tags:

By Marisa Oliveira

You may also like...

Leave a Reply